05/09/2011


Você sempre ouviu sua mãe reclamar do trabalho que dava manter a casa arrumada. Agora, para sua própria surpresa, é você quem reclama da bagunça feita pelo seu querido e amado marido.

Não é culpa dele, mas de todo o gênero masculino: homens costumam deixar tudo fora do lugar mesmo. Se é destino ou maldição, não se sabe. O fato é que, desde meninos, eles deixam a bola no meio da sala, o skate em cima da pia e as meias penduradas no lustre.
Claro que os tempos são outros, e você pode conversar com seu marido a ajudá-la na arrumação com muitos e sensatos argumentos: você trabalha tanto quanto ele, a faxineira vai apenas uma vez por semana, é chato ver uma casa novinha toda desarrumada e etc. Só não espere que, a partir disso, ele recolha os copos que esquece em cima dos móveis ou pendure a toalha molhada, só para dar dois exemplos clássicos.

O jeito é levar o caso com humor, não perder a paciência e nunca desistir de pedir a colaboração dele. Ou você acha que é à toa que leveza rima com limpeza?

0 comentários