03/11/2015

Quase todo mundo que eu conheço adora uma boa massa mas, o universo das pastas vai muito além do tradicional Spaguetti. Existem mais de 300 tipos de massas no mundo e hoje vai conhecer um pouco mais sobre elas.
Normalmente as pastas são divididas em 4 quatro grupos:

- Pastas Frescas: são as artesanais, feitas à base de farinha de trigo, ovo, água ou vinho branco mas, há também as massas caseiras que não levam nem ovos.
- Pastas Seccas: são as massas à base de sêmola de trigo duro e água, das que encontramos nas prateleiras do supermercado.
-Pastas Longas: massas com mais de 10 centímetros de comprimento: spaghetti, bavete ou Tagliatelle.
-Pastas Curtas: massas menores que 10 centímetros de comprimento: desde o imponente Rigantoni ao pequenino Farfalle e o minimalista Risoni.

As massas curtas são mais indicadas para saladas, sopas ou ensopados e o mais conhecido é o Farfalle (o famoso gravatinha)

O Gnocchi é feito à base de batata e vai bem com molhos de carne ou pesto.

O Penne vem com sulcos na massa que ajudam areter o molho e deixar a massa mais suculenta, ideal para molhos a base de tomate e molhos salteados.

Orecchiette vem em formato de orelha e é indicado para molhos de vegetais em pedaços como brocólis.

O Fusilli, tradicional parafuso é perfeito para molhos mais cremosos com carnes.

O Cappelletti é mais indicado para caldos.

O famoso cabelo de anjo em formato de ninho recebe o nome de Capellini e combina com molhos leves, simples como o de tomates frescos, manjericão e vai super bem se levado ao forno.

O tradicional Spaghetti é o mais consumido no mundo e é geralmente servido com molho de tomate, também é o grande parceiro do carbonara e de frutos do mar.
Espero que tenham gostado do post de hoje e aprendido mais um pouco desse universo tão amplo na gastronomia!

0 comentários